Tag Archive: CD


Diz-se por aí, que Amy promete lançar um CD até janeiro de 2011. Mas será que agora sai?

Depois de tantas confusões com esse CD, que seria um tanto reggae e a gravadora o vetou, que já teve várias datas de conclusão, mas que nunca se concluiu,  com a prisão do marido que a tirou tempo para compor, e sua tentativa de voltar com ele, as drogas, sempre as drogas, além da bebida, problemas de saúde, atacar um papparazzi em uma peça de teatro – nessa eu concordei, alguém deve ter feito alguma macumba para ela por que é incrível o número de coisas ruins que acontece com ela. Agora o suposto terceiro álbum está quase pronto e com data limite para o seu término, o que já é uma evolução. Não possui nome, mas diz-se que será semelhante a “Back to Black”, era melhor que fosse semelhante a “Frank”, mas aí já é pedir demais.

Veremos se as promessas dessa vez vão vingar e o tão demorado terceiro álbum será lançado até janeiro de 2011.

Anúncios

O cd já tem a lista divulgada e conta com muitos intérpretes bons. O disco será duplo e terá seu lançamento no dia 11 de outubro se chamando ” We Were So Turned On”. Entre os cantores, estão Carla Bruni, Duran Duran e Vivian Girls. A renda do cd será revertida para a organização britânica War Child.

Disco 1:

“Space Oddity” (Exitmusic)
“Boys Keep Swinging” (Duran Duran)
“Sound + Vision” (Megapuss)
“Ashes To Ashes” (Warpaint)
“Be My Wife” (Corridor)
“Always Crashing In The Same Car” (Charlift)
“John, I’m Only Dancing” (Vivian Girls)
“Fame” (All Leather)
“We Are The World” (Afraid Of Americans)
“Suffragette City” (A Place to Bury Strangers)
“Repetition” (Tearist)
“Look Back In Anger” (Halloween Swim Team)
“Fashion” (Afghan Raiders)
“Theme From Cat People” (The Polyamorous Affair)
“Red Money” (Swahili Blonde feat. John Frusciante)
“I’m Deranged” (Jessica 6)
“African Night Flight” (Aska w/ Moon & Moon)
“China Girl” (Xu Xu Fang)

Disco 2:

“Heroes” (VOICEsVOICEs)
“Absolute Beginners” (Carla Bruni)
“Blue Jean” (Papercranes)
“Life on Mars?” (Keren Ann)
“Changes” (Lewis & Clarke)
“It Aint Easy” (Zaza)
“Soul Love” (Genuflex)
“Bewley Brothers” (Sister Crayon)
“Art Decade” (Marco Benevento)
“Ashes To Ashes” (Mick Karn)
“World Falls Down” (Lights)
“The Superman” (Aquaserge)
“Starman” (Caroline Weeks)
“Quicksand” (Rainbow Arabia)
“Sound + Vision” (Mechanical Bride)
“Memory Of A Free Festival” (Edward Sharpe & The Magnetic Zeros)

O cd irá se chamar Bionic, e será lançado 6 de junho. Não sei o que esperar, ela sempre diversifica as suas músicas, e dessa vez não sei se ela estará menos ou mais dirrty.

Um trecho de um single já foi lançado, “Not Myself Tonight” já teve sua capa e um trecho liberados, só nesta terça feira ele será completamente liberado.

Caso queira ouvir o trecho da música, click aqui.

+Radiohead

Vem mais Radiohead em março.

Um álbum com as músicas dos Cd’s Pablo Honey, The Bends e OK Computer, faixas inéditas e ensaios, segundo o site NME.

O CD duplo e o DVD serão produzidos pela gravadora EMI.

Enquanto o álbum do Artic Monkeys está quase pronto, o do Radiohead ainda está “nascendo”, por assim dizer, ainda segundo Brian Message, um empresário da banda, ele não tem a mínima idéia de quando deve ser lançado.

“A primeira parte do processo é compôr músicas das quais eles se orgulhem”, explicou Message durante uma conferência em Cannes. “Não há nada acertado até que os rapazes voltem e digam: ‘Nós temos algo que gostamos aqui'”.

E o Radiohead tem agenda aqui no Brasil, com shows marcados para os dias 20 e 22 de março, no Rio e São Paulo, para variar.

Segundo Alex Turner, “Vamos lançar nosso novo CD até o meio do ano, acho. Já está 78% pronto. Na verdade, tenho trabalhado mais com frações. Está 2/3 pronto. Estou muito empolgado”, essa entrevista foi consedida ao canal de TV australiana Triple J.

Ao invés de gravarem seu álbum em sua terra natal, eles foram gravar na calorosa Califórnia, realmente uma grande mudança de temperatura, mais exatamente no estúdio do líder do Queens of Stone Age, Josh Homme, deve ser bom ter na agenda esses números de telefone,  “Tem sido muito divertido. Estivemos no deserto por uns tempos e fizemos duas sessões com Josh”, afirmou.

Ele segue ainda falando do ambiente, “É um lugar muito inspirador. Há um elemento de toda essa poeira no nosso som”, afirmou. Durante o show na Nova Zelândia, eles já deram uma palha do que pode se esperar para seu próximo álbum. 

O seu primeiro álbum foi Alright Still, que contém seus sucessos “Smile“, “LDN” e “Alfie“, acredito ter escrito esse último de maneira errada…Apesar de ter feito muito sucesso com essas músicas, ela diz que não consegue mais ouvir seu álbum.

“Quando escuto esse disco eu fico me contorcendo. Eu era cinco anos mais nova nesse CD”, disse à BBC.

Ele foi lançado em 2006 (o que me faz pensar que estamos em 2009, assim ela seria 3 anos mais nova, 4 talvez, a não ser que ela tenha composto as músicas antes, ou realmente ela tem problemas com a matemática, talvez…)

Em seu novo CD,  It’s Not Me, It’s You, ela continua a compor suas músicas em cima de fatos pessoais, se dá certo para, ela tem mesmo é que continuar.

“Não sei outro jeito de compor. Gostaria de ser mais vaga e escrever coisas que pudessem ser trilha de comerciais, mas não sei”, afirmou.

O PoP realmente não é o forte da cantora, que o descreveu bem, a falar que ele é uma coisa vaga, melhor dizer pasteurizada, mas que de fato todo mundo vive com uma música PoP chiclete na cabeça, e que ele acaba sendo indispensável para a cena musical.

Nick Drave é um cantor de Folk, e para ele será formulado um álbum com as participações, além do já citado Dave Grohl, Jack Johnson, Eddie Vedder e Norah Jones.

Para a versão em DVD também constará um vídeo com a participação do ator Heath Ledger, que morreu por uma overdose acidental de medicamentos, ano passado, no vídeo ele fala sobre a música “Black Eyed Dog”, explicando sua influência no Folk britânico;

“Ninguém no mundo viu estas imagens antes”, afirmou David Schulhof, da Evergreen Copyrights, responsável pelo projeto.

Tanto o disco quanto o DVD serão lançados este ano pelo selo do cantor Jack Johnson.

Líder do Babyshambles, ele mostrou hoje alguns detalhes sobre seu álbum solo para o site da New Musical Express.

O título está indefinido, mas o seu lançamento já é confirmado para o dia 9 de março, e o primeiro single, “Last Of The English Roses, chegará as lojas britânicas uma semana antes,

O Cd foi gravado com o produtor Stephen Street, no ano passado, e conta com a participação do guitarrista do Blur, Graham Coxon, em todas as faixas, com exceção de “Broken Love Song”.

Continue lendo

kanye_westEle fez uma música, que é provável que esteja em seu próximo álbum, Before I Self Destruct, chamada Heartless Monster, uma música contento aquela mesma velha idiotice de antes para vender CD’s e provocar mais ódio entre os fãs de Kanye West e 50 Cent, a idiotice da vez é o verso que pede, “É o retorno do monstro sem coração. Eu deveria fazer um CD de R&B para vocês. 808s e o meu coração está partido. Odeio esses caras com as cores do arco-íris. Eu deveria mandar os meus caras começarem a te chutar”, diz a letra de Heartless Monster, que já se encontra na internet.

808s é uma referência ao Cd lançado recentemente por Kanye West (808s and Heartbreak), que por sinal foi elogiado anteriormente pelo 50 Cent, mas agora ele critica West por cantar utilizando uma nova forma, com a ajuda de efeitos em estúdio e abandonando o tradicional Rap, mas por sinal, quem não lembra de Ayo Tecnologic, que por sinal foi produzida pelo Timbaland e com a participação do Justin, contento inúmeros efeitos de estúdio.

Esses Rappers são uns loucos, essa disputa de costas nos EUA já está passando dos limites, tirando o fato que eles vivem se contradizendo, como agora.

A renda será convertida para crianças que vivem em áreas de guerra. O Cd conta com a participação de Lily Allen, Fraz Ferdinand entre outros artistas. Ele se intitula Heroes e possuí vários covers. Será lançado dia 16 de fevereiro na Inglaterra

Beck – “Leopard-Skin Pill-Box Hat”, de Bob Dylan
Scissor Sisters – “Do The Strand”, do Roxy Music
Lily Allen e Mick Jones – “Straight To Hell”, do The Clash
Duffy – “Live And Let Die”, do Wings
Elbow – “Running To Stand Still”, do U2
TV On The Radio – “Heroes”, de David Bowie
Hot Chip – “Transmission”, do Joy Division
The Kooks – “Victoria”, do The Kinks
Estelle – “Superstition”, de Stevie Wonder
Rufus Wainwright – “Wonderful/Song For Children”, de Brian Wilson
Peaches – “Search And Destroy”, de Iggy And The Stooges
The Hold Steady – “Atlantic City”, de Bruce Springsteen
The Like – “You Belong To Me”, de Elvis Costello
Yeah Yeah Yeahs – “Sheena Is A Punk Rocker”, do The Ramones
Franz Ferdinand – “Call Me”, do Blondie

Desvendando os segredos do MusicPack

A criação do MusicPack veio da Universal Music, uma forma das pessoas continuarem a comprar os CDs, sem recorrer aos piratas, ele é uma caixa de papelão com capa e contracapa, contento o cd em uma espécie de suporte de plástico e só.

Agora a grande maioria dos Cds vem nesta versão, sem encarte, só trazendo a idéia de adquirir um cd oficial, mas perdendo toda a graça, pois ele é sem encarte, como já disse

Um Cd pode sair com o custo médio de uns 32, quanto se vai comprar a versão MusicPack, não se vê muita baixa no preço, pois geralmente eles diminuem uns 10 ou 19 reais do preço, se fosse para oferecer um cd oficial porém sem encarte, este preço não seria justo, como podem alguns cds custarem menos do que outros tendo o mesmo material? Certo que cada banda deva estipular seu valor, mas se o encarte é tão caro, que reduzam a qualidade do papel, que habitualmente é o de folhas de revista, e a caixa não custa tão caro assim para elevar o valor do cd a 40 reais até.

Caixa descente: 2 reais

Encarte: 10 reais (papel de folha de revista)

Músicas: 20 reais (cd profissional…)

O contentamento dos fãs em adquirirem os cd’s com qualidade e encarte : NÃO TEM PREÇO.

amywinhouse_frank_black1

O nome do novo álbum é Years of Refusal, e seu primeiro single é I’m Throwing My Arms Around Paris, que já está disponível no MySpace (www.myspace.com/morrissey) do ex-líder do Smiths.

O cantor diz que a 1º música do novo Cd “é um hino cosmopolita para a arquitetura”. Ele será lançado oficialmente no dia 9 de fevereiro, e o álbum ficará com a previsão do dia 17 de fevereiro, nos EUA e 23 em UK.

A turnê para seu novo álbum já tem datas marcadas pelos EUA em março e abril.

Para quem não viu, eis a oportunidade.

Ela escreveu a maior parte das letras de seu novo álbum Primavera in Anticipo, que chegou ao Brasil neste mês pela Warner Music. No Cd ela faz um duo com o cantor James Blunt, a canção dá nome ao álbum, e claro que a parte cantada por ele é em inglês.

Na Itália, o Cd foi lançado em 14 de novembro do ano passado e, com exceção de Prima Che Esci (de Gianluca Grignani), todas as outras faixas tiveram o toque autoral de Laura. O seu disco anterior é de 2006, Io Canto, e trouxe ao público músicas de compositores conterrâneos.

Os álbuns trarão músicas inéditas, dois deles estão praticamente definidos e serão trabalhos solo, seus respectivos nomes são MPLsound e Lotus Flower. O terceiro, se chama Elixir e foi gravado com a colaboração da cantora Bria Valente.

Todos os álbuns serão lançados sem gravadora, mas Prince negocia sua distribuição através dela. O primeiro Cd MPLsound busca uma batida voltada para o electro, já Lotus Flower é um álbum que possui mais guitarras, e Elixir foi considerado um CD “indecente, mas não sujo”, nas palavras do músico.