Category: Coldplay


Todos sabem que o MySpace virou uma arma de divulgação de artistas no geral, virando uma grande difusora, muito conceituada, possuindo renomados artistas em sua rede e o mais populares entre eles são o The Verve, Imogen Heap, Sigur Rós, Justice e Racounteurs? E a mais popular entre elas o Gorillaz, elas não são muito populares no espaço POP desenvolvido pelas gravadoras e rádios, a mídia em geral, mas no MySpace elas conseguem divulgar bem o seu trabalho.

Pensando nisso, o MySpace resolveu criar uma lista contento os oito nomes mais “amigos” e outra com os vídeos mais assistidos. Em primeiro lugar, está a ex-banda do vocalista do Blur, Damon Albarn, com mais de meio milhão de amigos (eu não consigo me acostumar com isso, quem tem meio milhão de amigos?), depois vem o Gorillaz, o Bullet For MyValentine e Amy Winehouse, claro.

Dentre os vídeos mais assistidos se encontram “4 Minutes”, óbvio, já que estrela Madonna e Justin, PoP na versão pasteurizada, mas sucesso garantido e estantâneo, “Love is Noise”, single do retorno do The Verve, e “Toe Jam” parceria do BPA, do rapper Dizzee Rascal e do compositor escocês David Byrne.

Os oito mais populares do MySpace:

Gorillaz (682.875 amigos)
Bullet For My Valentine (596.885 amigos)
Amy Winehouse (542.268 amigos)
Coldplay (525.110 amigos)
Lily Allen (462.159 amigos)
MIA. (399.858 amigos)
Oasis (353.484 amigos)
Imogen Heap (351.484 amigos)

Os oito vídeos mais vistos:

Madonna – “4 Minutes”
The Verve – “Love Is Noise”
BPA, David Byrne e Dizzee Rascal – “Toe Jam”
Justice – “DVNO”
Oasis – “I’m Outta Time”
Dragonforce – “Heroes of Our Time”
Sigur Ros – “Inni Mer Syngur Vitleysingur”
The Raconteurs – “Old Enough”

Anúncios

Bem, além de ser um grande escritor de estórias de terror, ele também escreve uma coluna para o site da revista Weekly, dos EUA.

Em seu último texto ele comentou os seus 10 álbuns favoritos, citou Steve Martin : “falar de música é como dançar ao som da arquitetura.” Justificando, assim, a dificuldade que tem de explicar porque gosta da faixa “Kissed a Girl”, de Katy Perry.

Sorry”, de Taylor Swift. Ele comenta que a música de Katy Perry é sexy enquanto a de Taylor Swift lhe faz sentir pena… Para arrematar a introdução, o escritor de 61 anos avisa: se alguém discordar de sua lista com os melhores do ano, é porque está dançando ao som de uma arquitetura diferente.

Acompanhe os elencados pelo ilustre autor, comentados por ele:

10. Hey Ma – James
O álbum inteiro é bom, mas a faixa-título é incrível no começo: “Now the towers have fallen/So much dust in the air.”

9. Harps and Angels – Randy Newman
Esta sátira amarga e divertida faz parte do melhor álbum de Newman desde Good Old Boys (lançado em 1974). A faixa principal parece uma biografia, enquanto canções como “A Few Words in Defense of Our Country” brilham com uma boa dose de alegria irônica.

8. Gift of Screws – Lindsey Buckingham
Parece até o Fleetwood Mac dos anos 70, só que melhor. A faixa-título tem um som de guitarra meio submerso muito legal. Mas a que mais se destaca é a linda ”Did You Miss Me.”

7. Lay It Down – Al Green
O mestre do soul está de volta, mais doce do que nunca. O álbum contém uma série de duetos. Embora eu não faça muita questão de ouvir o de John Legend, a combinação de Green com Corinne Bailey é linda de morrer.

6. Viva la Vida – Coldplay
Li resenhas que comparavam este disco ao U2: para mim, o som se parece só com o Coldplay e nada mais. Adorei a faixa-título, é a “Every Breath You Take” versão 2008. Mas a que mais me agrada é a “Violet Hill”, com sua letra rica e triste.

5. Real Animal, Alejandro Escovedo
Em sua melhor forma, Escovendo se supera neste trabalho. Mas o que realmente faz este álbum incrível é sua releitura fotográfica da cena musical dos anos 70, quando tocava em uma banda proto-punk chamada Nuns. Ao descobrir que sua faixa ”Castanets” estava no playlist de George W. Bush, Escovendo até parou de tocá-la nos shows por um tempo.

4. Feed the Animals, Girl Talk
Não vou me desculpar, eu também gosto de mash-ups, então viva com isso. O disco é uma versão contínua de 53 minutos contendo só Deus sabe quantas músicas ilegais. Só nos 10 primeiros minutos eu pesquei Spencer Davis Group, Twisted Sister, Sinéad O’Connor e Avril Lavigne. É tão denso e alusivo quanto Ulysses, de James Joyce, só que mais dançante.

3. Just Us Kids, James McMurtry
As canções de McMurtry são habitadas por um universo diferente. Na sua maioria lixo country das rádios de Nashville em rotação pesada. “Bom saber que ela tenta, mas quando você está tão no fundo, você só quer ficar doidão”, canta ele em “Fire Line Road”. Você não vai ouvir uma observação como em um álbum de Kenny Chesney, mas você vai ouvir um pouquinho de rock como na “Bayou Tortous”. Tudo funciona aqui.

2. Black Ice, AC/DC
Um amigo meu disse: “Parece com todos os outros álbuns do AC/DC”. Minha resposta foi: “O que você quer dizer com isso?”. Se o Girl Talk é rock, rap e James Joyce, esses caras são uma rave com William Faulkner. Eles têm seu lugar cativo na música, e se aprofundam cada vez mais.

1. Black Butterfly – Buckcherry, e Break Up the Concrete – The Pretenders
Eu sei, eu sei, é muito babaca que eu não tenha conseguido escolher apenas um. O Black Butterfly foi o melhor álbum de hard rock do ano, com a canção mais doce e inesquecível, “All of Me”. Não existe uma única faixa ruim no Break Up the Concrete. Chrissie Hynde está jogando tudo na cara, como nunca. Especialmente na faixa-título, que é cheia de influências de Bo Diddley. Também contém a melhor música deste ano, ”Love’s a Mystery.”

O álbum “Viva la vida”, da banda inglesa Coldplay, foi o disco mais vendido do site iTunes em 2008, enquanto o single mais vendido do ano foi a música “Bleeding love”, de Leona Lewis.

O CD do Coldplay vendeu mais de 2 milhões de cópias desde seu lançamento em junho, e sua versão virtual vendeu mais de 500 mil cópias – a maior parte delas via iTunes, de acordo com um representante da banda. O iTunes não revela os números de vendas dos artistas, disse um porta-voz do site durante o anúncio da lista nesta segunda-feira (1º).

O segundo álbum mais vendido do iTunes é “Sleep though the static”, do cantor havaiana Jack Johnson, enquanto a trilha sonora do filme “Juno”, o disco “Tha Carter III” do rapper Little Wayne e “Little voices”, de Sarah Bareille, ficam com as outras posições do top 5. Duas outras trilhas sonoras chegaram ao top 10 (“Once” e “Across the universe”), acompanhadas de “We sing. We dance. We steal things”, de Jason Mraz, “Dreaming out loud” do OneRepublic e “Spirit”, de Leona Lewis.

Segundo o selo de Leona Lewis, J Records, a música “Bleeding love” vendeu 3 milhões e 200 mil cópias no formato digital. O segundo lugar na lista de singles foi a faixa-título do disco do Coldplay, seguida por “Low”, do rapper Flo Rida (com participação de T-Pain), “I kissed a girl”, de Katy Perry e “Disturbia”, da cantora Rihanna.

Rihanna completa o top 10 com sua “Don’t stop the music”, enquanto “Lollipop” de Lil Wayne e Static Major, “No air” de Jordin Sparks e Chris Brown, “Love song” de Sara Bareilles e “Pocketful of sunshine” de Natasha Bedingfield também entraram na lista.

Alguns artistas (R.E.M, John Legend, The Dixie Chicks, Bob Dylan, etc) irão colaborar com canções exclusivas para a RED(wire), uma revista musical digital, que será lançada no Dia Mundial de Combate à Aids, em 1º de dezembro.

A REd, foi criada pelo Bono e toda a renda das assinaturas será revertida para os soropositivos da África.

O custo de uma edição (a cada quarta-feira) é de 5 dollares, incluindo uma canção de um músico famoso, ou um artista que a REd deseja promover, uma fotografia ou um vídeo ou uma matéria mostrando como a renda está ajudando na África, essa é uma boa iniciativa por parte de todos.

O fundador da revista, Don MacKinnon, disse à Billboard.com: “Já há artistas dizendo ‘quero dar a vocês uma faixa para as pessoas que chamaram amigos’. Essa é a grande idéia: usar as redes de relacionamento social para realmente mudar o mundo de maneira singular.”

A faixa do U2 foi gravada na quarta-feira passada, e The Killers, Elton John e Neil Tennant, dos Pet Shop Boys, se uniram na canção de Natal Joseph, Better You Than Me, que MacKinnon descreve como “balada power”, É o terceiro ano consecutivo em que The Killers criam uma canção natalina e doam a renda à (RED).

Enquanto isso, em sua versão própria de Redemption Song, de Bob Marley, John Legend abre mão do piano em favor de um arranjo mais enxuto com guitarra, baixo e backing vocals, segundo MacKinnon.

Também estará na revista a primeira canção nova das Dixie Chicks desde a grande vitória do grupo no Grammy de 2007, Lucky One, além de Elvis Costello e Police em Watching the Detectives e Walking on the Moon, numa jam session gravada durante o novo programa de Costello no Sundance Channel, Spectacle. Outras músicas a sair na (RED)Wire serão anunciadas nas próximas semanas.

MacKinnon está entusiasmado com as direções criativas abertas à nova revista digital, especialmente com a participação de artistas tão conhecidos.

“Tive uma reunião com Jay-Z, e ele quer discutir artistas a serem destacados nas edições”, disse ele. “Grandes artistas podem ser curadores de edições. A meta toda foi criar uma plataforma criativa.”

921303-4891-cpAlicia Keys, Christina Aguilera, Rihanna, Pussycat Dolls, Pink e Beyoncé fizeram shows no American Music Awards, que não sei por Deus não foi transmitida na MTV (será que rola um certo preconceito?).

Rihanna cantou Rehab após ganhar os dois prêmios que concorria, Artista Pop/Rock e Soul/R&B.

Alicia cantou ao lado de Queen Latifah e cantou Superwoman, Alicia foi a que mais obteve indicações.

E óbvio, Beyoncé encerrou a noite cantando Single Ladies, música já bastante conhecida.

Além delas, também foram destaque no evento as Pussycat Dolls, Pink, Mariah Carey, Miley Cyrus, Sarah McLachlan e Christina Aguilera.

Subiram ao palco ainda os grupos Jonas Brothers e Coldplay, além do rapper Kanye West

920181-2452-cpO evento já conta com as presenças de Christina Aguilera, Kayne West, Beyoncé , Mariah Carey, Coldplay, Miley Cyrus, Jonas Brothers, Pink, Alicia Keys, Annie Lennox, Natasha Bedingfield, Leona Lewis, The Fray, Ne-Yo, New Kids On The Block (será que eles vão cantar ao vivo? Eis uma dúvida…step by step, uhh baby…é melhor eu me calar), Pussycat Dolls, Rihanna e Taylor Swift (muita gente legal, é bom conferir)

Rihanna já faz ensaios para o seu show, um dos destaques do evento, que acontece neste domingo, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Rihanna, que voltou recentemente das Filipinas, onde se apresentou, deve fazer um show com performance sensual e com efeitos visuais, incluindo uma coluna de fogo.

O ensaio, além da cantora, contou com a presença de seu namorado, Chris Brown, e da cantora Natasha Bedingfield

Coldplay e novo EP

Na próxima semana, o Coldplay vai lançar o EP “Prospekt’s March”. O registro vai trazer oito faixas de sobras de estúdios que não entraram em “Viva la Vida or Death and All His Friends”, último cd dos ingleses e um dos mais vendidos em 2008.

É tudo, ciao a tutti.

untitled7Chris Martin, do Coldplay, admitiu que a banda poderia se aposentar daqui alguns anos. O vocalista afirmou que os grupos não deveriam continuar tocando após passarem dos “trinta e poucos anos. (acho isso completamente errado!)

“Eu tenho 31 anos e acho que as bandas não deveriam passar dos 33 ou 34”, disse em entrevista ao site ContactMusic.

No entanto, Martin acredita que até lá a banda ainda esteja apta para as apresentações. “Ainda temos boa parte de nossos cabelos e ainda entramos nas nossas roupas de show. Ainda temos o que é preciso para tocar”, completou.

O vocalista ainda disse que até o final a banda planeja “fazer o maior número de álbuns que puder”, (espero que ele esteja mais empenhado em fazer álbuns do que em acabar com a banda.)

Desculpem pela demora, mas o tempo corre mais rápido desse lado do mundo…

Pra quem pensava que Katy Perry seria um fiasco por ser tão inesperiente, levou um baita tombo, pois ela acabou por se transformar em uma sensação na celebrada comemoração do dia 6 de novembro.

O EMA apresentou os shows dos The Ting Things, com o That’s no my name, Beyoncé e The killers, Duffy,  além da banda britânica Take That, que fez um cover da Leona Lewis.

Os prêmios foram bem diversos, uma pena foi o Coldplay que concorria a três categorias, mas saiu de mãos vazias do EMA, Britney ganhou dois prêmios na celebração, os de melhor álbum do ano e melhor artista de 2008, ela não compareceu a entrega pelo simples fato de estar participando da nova turnê da Madonna.

madonna-justin-sticky-4501Madonna e Britney

Outro que participou do show da Madonna foi o Justin Timberlake.

Voltando ao assunto EMA, outros felizardos da noite foram Rick Astley (melhor artista de todos os tempos), ele não compareceu a cerimônia, Katy Perry (melhor artista revelação), o grupo 30 seconds to Mars (melhor banda de rock) e o conjunto Tokyo Hotel (melhor banda ao vivo do ano), entre outros prêmios. O prêmio de artista favorito da Europa ficou para o turco Emre Aydin.

Além disso, pela apresentação ser em Liverpool, o EmA aproveitou para homenagear Paul McCartney, como última lenda, trofeu entregue pelo Bono do U2.

O EMA foi na Echo ARena da cidade do norte da Inglaterra, e foi transmitido para milhões de pessoas em todo o mundo e pela primeira vez para o Oriente Médio

Especial Em>A, part 3

CoLdPlaY

Informações conhecidas: Banda britânica, coordenada pelo vocalista Chris Martin, têm muito sucesso. Fez mais sucesso ainda após lançar aquele cd, o a rush of blood to the head, com a música yellow, o cd que eu mais gosto sem dúvida é o x, y , que traz as músicas clocks e speed of sound.

Em sua nova fase, por assim dizer, eles inovaram, fugiram um pouco do que faziam, o viva la vida or death to his friends, a música que concorre ao ema é o viva la vida, acho que é o segundo single após o viollet hill, não sei bem a sequência, a letra é realmente é boa, de ambas e o trabalho deles não para de melhorar, ao contrário do que dizem dos seus conterrâneos, o oasis, bem isso é outra história.

Concorrem também a melhor álbum e artista do ano, quem diria, no início do ano viva la vida não implacou como single mais ouvido.

Indicações ao EM>A 2008

No top do ranking de indicações encontram-se a galesa Duffy e os ingleses do Coldplay, concorrendo a três prêmios cada. Duffy concorre a melhor álbum do ano («rockferry»), música mais viciante («Mercy») e artista revelação, enquanto que o Coldplay poderá receber os prêmios de álbum do ano («Viva La Vida Or Death To All His Friends»), música mais viciante («Viva La Vida») e artista do ano.

Não pensem que fica por aí, a polêmica e não menos talentosa norte-americana Britney Spears, que ganhou vários prêmios no V>MA* está concorrendo a 2 EMA’s pelo álbum Blackout»»».

Também com 2 nomeações estão Alicia Keys e Leona Lewis, e o rock não fica de fora com o Metallica. A banda californiana é uma das favoritas ao prémio Melhor Artista «Ao Vivo», juntamente com os Foo Fighters e os Linkin Park.

A cantora Beyoncé, nomeada ao prémio de Melhor Actuação R&B ou Hip-Hop, confirmou já a sua participação na gala, devendo apresentar os seus dois novos singles «If I Were A Boy» e «Single Ladies», ambos retirados do terceiro álbum de originais a editar em Novembro.

As votações decorrem em ema.mtv.pt/vote até dia 2 de Novembro. Os nomeados para os MTV EMAs são:

Álbum do Ano
– Alicia Keys, «As I Am»
– Britney Spears, «Blackout»
– Coldplay, «Viva La Vida Or Death And All His Friends»
– Duffy, «Rockferry»
– Leona Lewis, «Spirit»

Melhor Artista “Ao Vivo”
– Foo Fighters
– Linkin Park
– Metallica
– The Cure
– Tokio Hotel

Música Mais Viciante
– Coldplay, «Viva La Vida»
– Duffy, «Mercy»
– Katy Perry, «I Kissed A Girl»
– Kid Rock, «All Summer Long»
– Pink, «So What»

Artista Revelação
– Duffy
– Jonas Brothers
– Katy Perry
– Miley Cyrus
– OneRepublic

Melhor Artista de 2008
– Amy Winehouse
– Britney Spears
– Coldplay
– Leona Lewis
– Rihanna

Melhor Atuação R&B ou Hip-Hop
– Alicia Keys
– Beyoncé
– Chris Brown
– Kanye West
– Lil Wayne

Melhor Atuação Rock
– 30 Seconds To Mars
– Linkin Park
– Metallica
– Paramore
– Slipknot