A cantora embolsou somente 2 milhões pelo show de só 5 músicas. Mas com certeza vai ganhar uma bela dor de cabeça com os comentários que se iniciaram sobre sua atitude de fazer um show para Hannibal Gaddafi, filho ditador da Líbia, Muammar Gaddafi.O show foi feito na ilha de Saint Barts, no Caribe.

O que mais intriga é que Beyoncé é muito a favor do governo de Obama, tendo feito parte também da sua campanha para presidente, mas cantou para o filho do ditador cujo regime estava na mira do governo americano por ser a favor do terrorismo. E também o regime ainda dá demonstrações de agressões a mulheres…

Ela ainda não falou nada sobre esse assunto, mas definitivamente 2 milhões não valeriam fazer um show para um ditador, é uma questão de princípios e valores.