Que mulher para trabalhar, já está fazendo músicas para seu próximo álbum, “Quando a gente passa por algo como o que ela passou, você precisa dar um jeito de sair disso”, disse Adonis, seu produtor.

Realmente, mesmo após se meter em um escândalo como aquele, ao qual foi vítima de um espancamento, e não me venham defender Chris Brown por que hoje é o Dia da Mulher, mesmo que ela tivesse feito a pior das coisas, como já disse antes, nada justifica.

E antes que comecem a defendê-lo leiam:

A people publicou: notas de um detetive sobre o dia em que Chris Brown teria atacado Rihanna.

Segundo o site, ele teria conseguido as notas através de um mandado de busca e apreensão.

Começo:  Chris Brown teria se irritado e tentado jogar Rihanna do seu carro, o que fez com que ela batesse a cabeça na janela ao seu lado, depois disso, não bastando, teria a socado enquanto dirigia até o sange encher a boca de Rihanna, teria também ameaçado agredi-la quando chegassem em casa. Para tentar escapar, ela ligou para a sua assistente, falando que estava chegando em casa e queria a polícia no local, foi aí que Chris Brown teria dito que iria matá-la. Se não me engano, teriam saído notícias falando que Chris ou ela havia quebrado o telefone, talvez esse em questão, o que prova que algumas coisas se encaixam nessa história.

O texto ainda afirma que Rihanna teria sido enforcada, até por pouco perder a consciência. A revista People diz que falou com a polícia de Los Angeles, mas a assessoria diz que não pode confirmar, já que todo o trabalho que está sendo feito é sigiloso.