Bem, todo mundo tem um ídolo na cena musical, é impossível não arranjar alguém que consegue cantar exatamente o que você pensa e que se você se identifique, seja no estilo, no humor, nas canções.

Muitas pessoas tem o seu passado negro, mas não tem medo de negar que já curtiram um É o Tcham, as paquitas da Xuxa, o Fofão, Trem da Alegria, Balão Mágico, vamos descer um pouco mais fundo, o Dominó, Polegar, Menudos, e que acabaram também por se debandiar para as boy bands do exterior como os Backstreet Boys, N”sync, a versão feminina Spice Girls.

E claro que também tem aqueles que nem conseguiam ver isso, pois passavam as tardes ouvindo coisas do tipo Legião Urbana, Cazuza, Pink Floyd, Pet Shop Boys, e mais para trás como U2, The Cure, Nirvana, Led Zeppelin, Queen, Scorpions, é muita diversidade, é incrível ver como as músicas estão mudando hoje, não se vê mais as letras cabeçudas do Legião ou Cazuza, Freja, mas agora, tem se essa invasão de músicas PoP, Emocore, e Axé, nada contra, mas de fato queria ter a oportunidade de ouvir nas rádios algo além de música estrangeira por que há falta de diversificação no Brasil, uma banda nova e boa é Martinália (acho que escrevi errado), Marisa Monte, Negra Li, também se salva um tanto, do rock nacional, é difícil se saber, se alguém souber me avisa, mas realmente tá faltando um ídolo, aquela pessoa que marca, e até mesmo as pessoas que não gostam do estilo, sabem quem aquela pessoa é, e também suas músicas.

E aí, hoje em dia, é fácil arranjar um ídolo nacional?