Já faz algum tempinho, mas a igreja ainda se recordava da declaração feita por John Lennon, um “pequeno” comentário sobre os Beatles serem mais famosos do que Jesus Cristo…

A informação veio em uma reportagem para marcar os 40 anos do lançamento do “Álbum branco” e considera a declaração “a bravata de um jovem da classe trabalhadora inglesa impressionado com o sucesso, após crescer sob o mito de Elvis Presley.