(Ha ha, até parece que ele vai conseguir isso)

015935205-ex00Ele já chegou ao primeiro lugar das paradas britânicas e escreveu um livro explicando para os outros como chegar lá. Também deixou uma ovelha morta na porta da festa de encerramento do Brit Awards e despejou um carregamento de CDs no mar por “culpa” da banda Abba. Mas o feito – ou a lenda? – pelo qual o escocês Bill Drummond é provavelmente mais conhecido foi por ter queimado, literalmente, um milhão de libras esterlinas.

Agora, ele vem a São Paulo com uma difícil missão: tentar fazer com que os brasileiros passem 24 horas sem ouvir música. Essa é a proposta do Dia Sem Música, evento que Drummond promove anualmente em diversas partes do mundo, sempre no dia 21 de novembro.

Ele já chegou ao primeiro lugar das paradas britânicas e escreveu um livro explicando para os outros como chegar lá. Também deixou uma ovelha morta na porta da festa de encerramento do Brit Awards e despejou um carregamento de CDs no mar por “culpa” da banda Abba. Mas o feito – ou a lenda? – pelo qual o escocês Bill Drummond é provavelmente mais conhecido foi por ter queimado, literalmente, um milhão de libras esterlinas.