01542332600O ex-Beatle Paul McCartney revelou que possui a gravação original de uma canção da banda, “Carnival of light”, de 14 minutos de duração e que nunca chegou a ser lançada, e que planeja divulgá-la agora para mostrar outra face do grupo (safadinho ele, escondendo material exclusivo)

McCartney afirma que “Carnival of light” é um conjunto de efeitos psicodélicos, ruídos, música e gritos que mostra o conjunto de Liverpool “livre, saindo da pista”.

“Carnival of light”, transformada em objeto de culto para os fãs mais ardorosos, foi gravada no estúdio de Abbey Road, em Londres, em 1967, e nunca chegou a ser lançado porque três dos quatro Beatles – a exceção era McCartney – consideraram que era atrevida demais.

Segundo McCartney, foi ele mesmo que pediu a seus companheiros que tocassem livremente, experimentando, durante vários minutos para compor um tema que tinha encomendado a seu amigo Barry Miles para um festival de música eletrônica que aconteceria no Roundhouse Theatre, no norte de Londres.

Os Beatles só chegaram a interpretar a composição uma vez, neste festival, há 41 anos, e apesar de quase ter sido incluída no álbum “Anthology”, foi finalmente descartada. McCartney disse ao programa “Front Row”, da “BBC”, que “chegou a hora de (a música) ter seu momento”.

Entre a música desconexa e ruídos improvisados, inclusive órgãos de igreja, ouve-se McCartney e Lennon perguntando “Vocês estão bem?” e gritando “Barcelona!”.